7 maneiras de ser hackeado facilmente

De vírus às lan houses, conheça as formas mais simples de ter o PC invadido.

Nunca a segurança na internet foi tão discutida: o número de golpes em busca de seus dados virtuais aumentou consideravelmente, os vírus estão espalhados em cada canto da rede e nem seu computador pessoal pode ser um local seguro.

E o melhor jeito de combater essas ameaças é conhecendo o inimigo – no caso, as maneiras e possibilidades de ter seu computador invadido ou bagunçado por hackers. O site Technology Review listou sete deles, além de dar algumas dicas sobre como (tentar) ficar seguro na web. A maioria dos itens não chega a ser uma novidade, mas nunca é demais relembram e prevenir o internauta.


Infecção via malware

Essa aqui é óbvia, mas é extremamente comum: vírus em geral, rootkits, trojans e worms podem infectar seu PC, roubar dados, encher a máquina de spams. Isso não só atrapalha totalmente sua navegação, mas também pode dar o controle dela a um hacker mal-intencionado.


A novidade é que ele, atualmente, esse tipo de ameaça está deixando de acompanhar apenas alguns programas e sites especiais, passando também para redes sociais como o Facebook e aparelhos portáteis, como os que rodam Android. Desse modo, nem mesmo um bom antivírus é capaz de proteger alguém de todos os perigos.


O bom e velho Windows XP

A era dessa versão do sistema operacional da Microsoft acabou. Por mais simpático, veloz, fácil de usar e barato que ele seja, o Windows XP já “deu o que tinha que dar” – tanto que já está até com a data de validade cada vez mais próxima e já foi ultrapassado pelo Windows 7.

O problema com ele é a segurança: a proteção nessa versão é muito menor do que nos modelos com Vista ou 7, que possuem aplicativos compatíveis e sistemas próprios do Windows que nunca serão incluídos no XP. Técnicas mais avançadas de invasão, portanto, tem muito mais chance de darem certo nessas máquinas.


Computadores compartilhados


Locais como lan houses, shoppings, bibliotecas, colégios e hotéis contam com uma série de computadores com internet e até alguns joguinhos. Mas não caia nessa propaganda e só os utilize em situações de emergência.


Computadores compartilhados

Locais como lan houses, shoppings, bibliotecas, colégios e hotéis contam com uma série de computadores com internet e até alguns joguinhos. Mas não caia nessa propaganda e só os utilize em situações de emergência.


Você não sabe se apenas pessoas bem intencionadas mexeram na máquina antes. Além de inúmeros malwares que não foram colocados lá por você, esse tipo de PC pode contar com um keylogger externo ou outras táticas de invasão que podem roubar seus dados em um piscar de olhos. Além disso, muitos deles ainda rodam Windows XP – o que é mais um motivo para deixá-los de lado.


Wi-Fi aberto

Esse perigo pode estar até em sua casa, caso você more em um apartamento ou sua conexão alcance um terreno fora da residência. Ao não proteger sua conexão, seus dados ficam igualmente livres até para hackers amadores que acessarem a internet pelo mesmo ponto de acesso. Navegar em sites criptografados (que utilizam HTTPS e não são muitos) é o único jeito mais seguro, caso você não coloque uma senha na rede.


O temido man-in-the-middle

O man-in-the-middle é um formato de ataque perigoso e difícil de ser detectado, já que tenta mostrar ao seu computador que está tudo correndo normalmente. Ele é capaz de roubar seus dados ao introduzir um site malicioso entre sua navegação segura, fazendo sua máquina mandar dados para o local errado (no caso, para um hacker).

Mesma senha para tudo


Por pior que seja a sua memória, você nunca pode manter o mesmo código de acesso para emails, redes sociais, jogos online e bancos. Variar a senha (e escolher uma sequência segura) são essenciais, pois você nunca sabe quando um site do qual você participa e é cadastrado será invadido, expondo seus dados pessoais (incluindo as senhas) para qualquer um.


Phishing

Esta técnica de invasão o Tecmundo já discutiu, mas ela continua sendo um dos maiores perigos da internet. Ao falsificar o site de bancos, companhias aéreas ou redes sociais, os invasores fazem com que você envie nome de usuário, senha ou dados da conta-corrente para eles sem nenhum esforço.


O que eu posso fazer?

O Technology Review cita algumas dicas para você evitar ao máximo essas invasões:

Seja inovador e fique ligado nas novidades da segurança digital. Procure produtos e aplicativos inovadores, capazes de protegerem o PC das mais novas ameaças.
Esteja em alerta constante: saiba a origem do link ou programa que seu amigo mandou antes de clicar e escolha bem a sua senha.
Sempre tenha cópias em seu computador de documentos que você considera importantes, porém estão apenas na nuvem. Quem acessar suas contas podem deletar esses arquivos para sempre.


Fonte: http://www.tecmundo.com.br/ataque-ha...#ixzz1h2MRimBR
SkyScraperLife.Com © 2006-2013

World Building Database

Download: Fast, Fun, Awesome - Web Stats