Page 1 of 2 12 LastLast
Results 1 to 5 of 9

Thread: Itabuna-BA, a Rainha do Cacau

  1. #1
    cerrado's Avatar
    Senior Member

    Status
    Offline
    Join Date
    Oct 2006
    Location
    Palmas-TO/Itabuna-BA/Salvador-BA
    Posts
    330
    Liked
    0 times
    Rep Power
    9

    Default Itabuna-BA, a Rainha do Cacau

    ############ITABUNA############

    Importante entreposto comercial da região sul baiana situada às margens da BR-101. Por décadas, de economia predominantemente agrária focada na produção cacaueira, hoje busca fontes alternativas de produção na diversificação de culturas e incentivos à indústria, em decorrência da grave crise da lavoura cacaueira, causada pela presença da vassoura-de-bruxa. Terra natal do escritor Jorge Amado que a relata em algumas de suas obras, como em Gabriela.
    Itabuna é hoje um dos maiores centros comerciais, industrias e de serviços de todo o interior do Norte e Nordeste do país.



    Primeiro vieram os tropeiros

    O município de Itabuna surgiu com a vinda de tropeiros e viajantes sertanejos e sergipanos que passavam por aqui em direção à Vila Imperial da Vitória da Conquista. Após longas e cansativas caminhadas mata adentro, enfrentando índios, eles buscavam descanso no lugarejo chamado Vila de Ferradas, local onde os tropeiros e viajantes ferravam seus animais, os quais tinham que enfrentar as estradas lamacentas e pedregosas existentes na região.
    Em 1857, o sergipano Félix Severino de Oliveira saiu de sua terra natal (Chapada dos Índios - SE) com destino a Ilhéus em busca de terras muito boas que existiam por esta zona, das quais muito ouvira falar. Na localidade de Banco da Vitória, onde já existiam algumas casas e roças, Félix Severino conheceu Manoel Constantino e com ele seguiu até próximo a Ferradas, andando mais de 30 quilômetros por estrada que se dirigia ao sertão.
    Nas imediações de uma ilha fluvial (hoje Ilha do Jegue), os dois desbravadores escolheram o local para uma roça, construindo ali uma pequena cabana. Foi assim que foi construída a primeira casa de Itabuna, no local que ficou conhecido como “Marimbeta” (hoje Bairro Conceição).
    Alguns anos mais tarde, Félix Severino do Amor Divino, como ficou conhecido, mandou buscar, em Sergipe, toda a família (pais, irmãos, sobrinhos, tios e outros parentes). Os parentes de Félix foram abrindo roças, desbravando as matas nas margens do rio Cachoeira, povoando o lugar que mais tarde seria denominado Itabuna.



    Vila de Itabuna

    Desde que foi fundado pelo Coronel José Firmino Alves, o arraial de Tabocas não parava de crescer. A população, formada por sergipanos, sertanejos, sírios, libaneses e outros de regiões do próprio estado da Bahia, já ultrapassava “2 mil almas”, e a lavoura (o cacau) já era considerada a mais importante do mundo.
    Em 1897, numa petição datada de 10 de maio, assinada pelos influentes cidadãos da comunidade, foi feita uma solicitação ao Conselho Municipal de Ilhéus para que Tabocas fosse elevada à categoria de vila, cujo pedido foi negado.
    Mas o eleitorado de Tabocas não desistiu. Oito anos depois, em 18 de julho de 1906, subscrita por um terço do eleitorado local, foi dirigida ao governo do estado uma mensagem solicitando a criação do município. No documento, o Coronel Firmino Alves comprometia-se a doar o terreno para os edifícios da Intendência, cadeia, Tribunal do Júri e demais dependências para a instalação do termo.
    Em 4 de agosto do mesmo ano, subscrito pelos deputados Virgílio Gonçalves, Plínio Costa, Manuel Freire, Cardoso Cunha e Landulfo Pinho , foi apresentado o projeto elevando o arraial de Tabocas, no distrito de Cachoeira de Itabuna, à categoria de vila, criando o município de Itabuna, o qual se tornou realidade com a promulgação da Lei 692 de 13 de setembro de 1906, assinada pelo governador José Marcelino de Souza e José Carlos Junqueira Ayres Moreira.
    Em 23 de novembro do mesmo ano foi instalada a vila e termo de Itabuna, em ato solene presidido pelo Dr. Wenceslau Unapetinga de Souza Guimarães, primeiro juiz preparador, nomeado por decreto de 1° de outubro de 1907.



    Firmino Alves, o fundador

    Com a chegada dos parentes de Félix Severino do Amor Divino, veio também o seu sobrinho, coronel José Firmino Alves, que ajudou seus tios e pais no desbravamento das matas, destacando-se pela ousadia, bravura e coragem com que enfrentava os grandes perigos da época. Em 1867, dez anos após ele ter chegado a esta região, resolveu estabelecer-se no lugar chamado Burundanga, onde montou uma casa de negócio, prosperando bastante, ganhando conceito, respeito e credibilidade, o que o levou a fundar o arraial de Tabocas, em 1873.
    Na Burundanga, Firmino Alves construiu algumas casas de residência, uma rancharia e uma escola. O seu comércio recebeu o nome de “Pouso das Tropas”, porque, no local, negociantes vindos do sertão, trazendo produtos como manteiga, requeijão, carne e também animais e gado, paravam para descansar de longas viagens.
    O vaivém de negociantes, tropeiros e viajantes transformava o arraial de Tabocas em lugarejo cobiçado, afinal a região era famosa pela salubridade do solo e suas riquezas naturais. Nesta época deu-se a origem da plantação dos primeiros pés de cacau, cujas sementes ou mudas eram adquiridas em uma colônia estrangeira que existia no lugar denominado Cachoeira de Itabuna.



    ...E Itabuna virou cidade

    Itabuna foi elevada à categoria de cidade em 28 de julho de 1910 através da Lei nº 807. A elevação à cidade ocorreu por decreto da Assembléia Legislativa e sancionado pelo governador do estado.
    Mas conseguir isto não foi nada fácil. Graças à iniciativa dos senadores Arlindo Leone e Batista de Oliveira, afinal, a elevação de Itabuna à categoria de cidade foi concretizada.
    Na época, o presidente do Conselho Municipal (hoje Câmara de Vereadores de Itabuna) era o coronel Firmino Ribeiro de Oliveira, mas quem recebeu e deu “ciente” ao documento em que constava a Lei que oficializava “o desmembramento do município de Ilhéus, o distrito de Tabocas, que por si só constituiria um novo município, Vila e Termo, com a denominação de Itabuna”, foi o presidente em exercício, coronel Tertuliano Guedes de Pinho.
    Foi uma semana de grande agitação na florescente Vila de Itabuna, com o povo festejando o desmembramento de Ilhéus. O coronel Terto, como era conhecido Tertuliano Guedes de Pinho, um dos maiores lutadores para transformar a vila em município, não se conteve em felicidade e, como presidente em exercício do Conselho Municipal, se entregou de corpo e alma às comemorações festivas, ao lado de outros coronéis e cidadãos da comunidade, que também haviam se empenhado neste sentido.



    DADOS



    Localização no mapa.




    01-Vista parcias do centro, vendo-se o Rio Cachoeira.



    02-Vista do bairro do Pontalzinho.



    03-Avenida Juracy Magalhães.



    04-Juracy Magalhães, vendo-se ao fundo a Av. Cincüentenário.



    05-Prédio do CCPC (Conselho Consultivo dos Produtores de Cacau).



    06-Prédio da FTC ( Faculdade de Tecnologia e Ciências).



    07-Av. Inácio Tosta Filho.



    08-Avenida e Praça Firmino Alves.



    09-Prédio sede do CDL.



    10-Rua Inácio Tosta.



    11-Avenida Amélia Amado, vendo-se ao fundo o bairro Zildolândia.



    12-Avenida do Canal, vendo-se ao alto as Nações Unidas.



    13-Nações Unidas.



    14-Ladeira de acesso ao jardim do O.



    15-Nações Unidas.



    16-Nações Unidas.



    17-Zildolândia.



    18-Zildolândia.



    19-Rótula da Av. São Caetano.



    20-Ponte do São Caetano, vendo-se ao fundo o Jardim Vitória.



    21-Ponte, vendo-se ao fundo o bairro do São Caetano.



    22-Vista parcial da cidade, tirada do 5° andar no bairro do São Caetano.



    23-vista parcial.



    24-Avenida Aziz Maron.



    25-Avenida Aziz Maron, vendo-se à esquerda um empresarial médico.



    26-Jequitibá Plaza Shopping.



    27-Jequitibá Plaza Shopping.



    28-Interior do Shopping.



    29-Interior do Shopping.



    30-Shopping-praça de alimentação.



    31-Vista parcial do Jardim Vitória.



    32-Bairro Góes Calmon.



    33-Bairro Góes Calmon, vendo-se ao fundo o bairro Zildolândia.



    34-Góes Calmon.



    35-Góes Calmon.



    36-Góes Calmon.



    37-Góes Calmon.



    38-Góes Calmon.



    39-Góes Calmon.



    40-Góes Calmon.



    41-Góes Calmon.



    42-Góes Calmon.



    43-Vista da Av. Fernando Cordier, tirada do bairro da Conceição.



    44-Avenida Fernando Cordier.



    45-Avenida Fernando Cordier.



    46-Avenida fernando Cordier.



    47-Vista parcial do centro da cidade, vendo-se em primeiro plano um Centro Empresarial.



    48-Bairro Jardim Vitória, vendo-se ao fundo o bairro da Mangabinha.



    49-Jardim Vitória, vendo-se ao fundo o Zildolândia.



    50-Vista do centro, vendo-se em primeiro plano o empresarial Módulo Center.



    51-Jardim Vitória.



    52-Terminal Rodoviário de Itabuna.



    53-Terminal Rodoviário.



    54-Avenida Cinqüentenário.



    55-Avenida Cinqüentenário.



    56-Avenida Fernando Cordier.



    57-Cais de proteção da Avenida Fernando Cordier.



    58-Praça Olinto Leone.



    59-Praça Olinto Leone.



    60-Praça Olinto Leone com Empresarial.



    61-Vista parcial (foto tirada do thread de WillCorreia).


    OBS.Constatei a existência de 12 prédios em construção entre 08 e 25 andares na cidade.

  2.   
     
  3. #2
    cerrado's Avatar
    Senior Member

    Status
    Offline
    Join Date
    Oct 2006
    Location
    Palmas-TO/Itabuna-BA/Salvador-BA
    Posts
    330
    Liked
    0 times
    Rep Power
    9

    Default

    Aguardo comentários!

  4. #3
    baianóide's Avatar
    LUTO ACM

    Status
    Offline
    Join Date
    Apr 2007
    Location
    R.M. Salvador - Bahia
    Posts
    465
    Liked
    0 times
    Rep Power
    8

    Default

    Itabuna é demais! Na minha opinião Itabuna disputa com Feira o título de capital do interior bahiano. As duas são maravilhosas.

  5. #4
    _ariel's Avatar
    FSSYA 2007

    Status
    Offline
    Join Date
    Jan 2007
    Location
    Foz do Iguaçu - PR
    Posts
    35
    Liked
    0 times
    Rep Power
    0

    Default

    Gostei muito da cidade! Tem uma organização razoável e uma boa densidade para sua população!
    Valeu pelas fotos!

  6. #5
    cerrado's Avatar
    Senior Member

    Status
    Offline
    Join Date
    Oct 2006
    Location
    Palmas-TO/Itabuna-BA/Salvador-BA
    Posts
    330
    Liked
    0 times
    Rep Power
    9

    Default

    A cidade está com um ritmo muito bom de crescimento, se constrói muitos prédios.

Page 1 of 2 12 LastLast

Bookmarks

Posting Permissions

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts
  •  
SkyScraperLife.Com © 2006-2013

World Building Database

Download: Fast, Fun, Awesome - Web Stats