Page 2 of 2 FirstFirst 12
Results 6 to 8 of 8

Thread: Gravataí a Sapucaia do Sul (RS) / Duplicação da RS - 118

  1. #6
    paolapoa's Avatar
    Golden Member

    Status
    Offline
    Join Date
    Mar 2008
    Location
    Porto Alegre, Brasil
    Posts
    11,606
    Liked
    27 times
    Rep Power
    18

    Default

    Zero Hora
    01 de setembro de 2009 | N° 16081

    Parceria pela RS-118

    Pressionar o governo do Estado e a Assembleia Legislativa por um projeto de duplicação da RS-118 no trecho entre Viamão e Alvorada. Esse é o objetivo do termo de cooperação assinado ontem entre as duas prefeituras. Atualmente, o trecho da rodovia que está em obras, executadas pelo Estado, não chega a essas cidades.

    – Queremos que o trecho Alvorada-Viamão seja contemplado com a duplicação o quanto antes – diz o prefeito de Alvorada, João Carlos Brum.

    Entre os objetivos da parceria está mobilizar a comunidade empresarial e comercial da região para pressionar por um projeto que permita a busca de recursos para a obra.

  2.   
     
  3. #7
    paolapoa's Avatar
    Golden Member

    Status
    Offline
    Join Date
    Mar 2008
    Location
    Porto Alegre, Brasil
    Posts
    11,606
    Liked
    27 times
    Rep Power
    18

    Default

    Zero Hora
    27/10/009

    Obra na RS-118 deve terminar após 2012

    Ampliação depende de remoção de famílias que vivem ao longo da rodovia

    Talvez até a Copa no Mundo do Brasil, em 2014, os moradores da Região Metropolitana vejam concluída a ampliação do trecho da RS-118 entre Sapucaia do Sul e Gravataí. Segundo o governo do Estado, não se trata de falta de recursos ou problemas de licitação, tradicional justificativa em paralisação de obras. O empecilho é uma comunidade de mil famílias às margens da rodovia.

    Quinta no ranking de acidentes no Brasil, mais de 11 mil veículos circulam no trecho da RS-118 a ser duplicado em uma primeira etapa, entre as BRs 290 e 116. Em um pedaço de cerca de 10 quilômetros, os trabalhos estão em andamento, no mínimo, com terraplenagem. Em dois quilômetros, a duplicação está concluída. Mas existe uma outra metade da estrada que dá dor de cabeça aos responsáveis pela obra, eleita como uma das prioridades do Estado.

    – Sendo otimista, levará pelo menos mais uns três anos para resolver isso. Tenho dito a deputados e vereadores que não é problema de recursos, está tudo certo sob esse aspecto. O desafio é retirar em paz todas aquelas famílias, sempre sabendo que haverá ações na Justiça e intervenções do Ministério Público que atrasam o processo – diz o secretário estadual-adjunto de Habitação, Saneamento e Desenvolvimento Urbano, Luiz Zaffalon.

    O obstáculo parece ainda pior entre os quilômetros zero e cinco, em Sapucaia. Ali, existe a maior concentração de moradores.

    Mudança no plano poderá acelerar remoção de famílias

    Na semana passada, representantes do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) e da secretaria apresentaram ao Comitê de Acompanhamento das Obras Viárias da Região Metropolitana, formada por deputados e vereadores, o projeto da duplicação e as possibilidades para resolver a questão das famílias.

    Uma alteração no plano evitaria a necessidade de fazer a mudança de todos os moradores. A garantia de prosseguimento dos trabalhos poderia ser obtida com a remoção de parte das famílias, entre 300 e 400.

    Para esse grupo serão oferecidas duas opções: recolocação em loteamentos populares ou indenização para que cada um escolha onde quer comprar a nova casa.

    – Essas duas possibilidades devem ser trabalhadas juntas. No caso de novos loteamentos, vamos distribuir as pessoas para não sobrecarregar nenhum município. Para a indenização, estamos nos baseando na experiência de Porto Alegre, no caso das famílias que vivem junto ao Arroio Cavalhada. Elas não terão como gastar o valor do imóvel em outra coisa – explica Zaffalon.

    A RS-118

    - Extensão total: 80,5 quilômetros
    - Extensão pavimentada: 41,03 quilômetros
    - Extensão do trecho crítico entre a BR-116 e a BR-290: 22,29 quilômetros

    VOLUME DE TRÁFEGO (POR DIA)
    - Trecho entre as BR-116 até BR-290: 11.466 veículos
    - Trecho BR-290 a RS-040 (Viamão): 4.538 veículos

  4. #8
    paolapoa's Avatar
    Golden Member

    Status
    Offline
    Join Date
    Mar 2008
    Location
    Porto Alegre, Brasil
    Posts
    11,606
    Liked
    27 times
    Rep Power
    18

    Default

    Zero Hora
    09 de fevereiro de 2010 | N° 16241

    Duplicação da via é lenta

    Quem circula pela rodovia precisa de atenção para superar o traçado irregular e a falta de sinalização

    Com 80,52 quilômetros de extensão, e circulação de 15 mil veículos por dia, a rodovia Viamão-Sapucaia do Sul (RS-118), na Região Metropolitana, exige atenção de motoristas e pedestres.

    Os condutores precisam desviar diariamente de crateras, e os pedestres se arriscam para atravessar a rodovia.

    Iniciada em 2006, a obra de duplicação foi retomada e abandonada várias vezes. O trecho contratado de 10,417 quilômetros fica entre o entroncamento da BR-116, em Sapucaia do Sul, e a BR-290, em Gravataí. A primeira etapa, entre os quilômetros 10 e 25, não foi concluída. Parte da pista nova está semipronta, mas apenas duas retroescavadeiras faziam a terraplenagem no local na quarta-feira passada.

    Além da falta de acostamento, fissuras na pista formam pequenos lagos quando chove. O traçado irregular aumenta os riscos. Ao desviar de um buraco, o condutor pode provocar acidentes.

    Prevista para ser concluída este ano, a nova RS-118 não será entregue no prazo anunciado. A notícia é boa para a comerciante Teresa Conceição da Silva, 49 anos. Ela é uma das pessoas que terá o terreno desapropriado em razão do avanço das obras sobre às margens da rodovia.

    Contraponto

    O que diz o Daer

    A obra está em andamento. Os três quilômetros de terraplenagem e o 1,5 quilômetro de placa de concreto estão prontos. A ponte sobre o Arroio Barnabé já foi concluída e o viaduto sobre a Avenida Dorival Cândido de Oliveira está em fase de conclusão. Já foram pavimentados dois quilômetros. Obras de terraplenagem e ruas laterais estão sendo feitas. O investimento total é de R$ 27 milhões.

    Saiba mais

    NÚMEROS

    - Trecho do contrato: 10,417 quilômetros, desde o entroncamento da BR-116 (Sapucaia do Sul) até o entroncamento com a BR-290 (Gravataí)
    - Valor contratual: R$ 27,5 milhões
    - Valor investido: R$ 3,1 milhões

    VOLUME DE TRÁFEGO

    - Trecho: BR-116 até BR-290 – 11.466 veículos/dia
    - Trecho: BR-290 a RS-040 4.538 – veículos/dia
    DADOS SOBRE A RODOVIA
    - Extensão total: 80,52 quilômetros
    - Extensão pavimentada: 41,03 quilômetros

Page 2 of 2 FirstFirst 12

Tags for this Thread

Bookmarks

Posting Permissions

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts
  •  
SkyScraperLife.Com © 2006-2013

World Building Database

Download: Fast, Fun, Awesome - Web Stats