14/04/2008 - 16h47

Brasil pode ter 3º maior campo de petróleo do mundo; governo pede cautela

O diretor-geral da ANP (Agência Nacional do Petróleo), Haroldo Lima, disse nesta segunda-feira que o bloco BM-S-9, conhecido como Carioca, pode ser o terceiro maior campo de petróleo do mundo. Segundo ele, o poço, que teria reservas em torno de 33 bilhões de boe (barris de óleo equivalente), seria cinco vezes maior que o megacampo de Tupi, na Bacia de Santos.

Durante o 4º Seminário de Petróleo e Gás Natural promovido pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), no Rio, Lima ressaltou que as informações são "oficiosas", mas oriundas de fontes da Petrobras.

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, que participa de evento em Brasília, disse que a informação ainda não foi confirmada e que é preciso ter "cautela" até o anúncio oficial ser feito. "Recomendei que a Petrobras tomasse a posição oficial por parte do governo e que tranqüilizasse de todas maneiras o mercado", afirmou, destacando que os estudos ainda são preliminares.

"Seria a maior descoberta feita no mundo nos últimos 30 anos e seria também o terceiro maior campo do mundo na atualidade. É algo do Oriente Médio, mas nada está confirmado", afirmou Lima, referindo-se à região do planeta que tem as maiores reservas do mundo.

O diretor da ANP explicou que o BM-S-9 fica a oeste de Tupi (BM-S-11). Outra grande descoberta da Petrobras, o campo de Júpiter também fica na zona de influência do Carioca (BM-S-24). Todos ficam sob uma extensa camada de sal, localizada até a 5.000 metros de profundidade.

O BM-S-9 é operado pelo consórcio Petrobras, que tem 45% do campo, a British Gas, com 30%, e Repsol, com 25%. Por meio de suas assessorias de imprensa, as três empresas declararam que não irão se manifestar sobre a afirmação de Lima.

A Petrobras afirmou apenas que "tecnicamente" o bloco Carioca não pode ser chamado de campo, sendo que o poço ainda não foi declarado comercialmente viável.

Por meio de nota, explicou que a continuidade das atividades exploratórias (da região) inclui a perfuração de novos poços, teste de formação de longa duração e novos estudos geológicos para comprovar a abrangência da descoberta. "Dados mais conclusivos sobre a potencialidade da descoberta somente serão conhecidos após a conclusão das demais fases do processo de avaliação, e serão informados ao mercado oportunamente."

Mercado

Após as declarações de Haroldo Lima, as ações da petrolífera brasileira dispararam na Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo). Depois de virar a manhã com perdas na casa dos 1,7%, os papéis preferenciais eram negociados, às 16h40, com alta de 5,5%. Já as ordinárias subiam 7,3%.

Na mesma tendência, a ADR (American Depositary Receipt) da ação ordinária da petrolífera brasileira, negociada na Nyse (Bolsa de Valores de Nova York, na sigla em inglês), apareceu na lista dos cinco papéis mais negociados nos EUA.

Tupi

Anunciado em novembro do ano passado, o megacampo de Tupi, na Bacia de Santos, tem uma reserva estimada pela Petrobras entre 5 bilhões e 8 bilhões de barris de petróleo, sendo considerado uma das maiores descobertas de petróleo do mundo dos últimos sete anos.

Para termos de comparação, as reservas provadas de petróleo e gás natural da Petrobras no Brasil ficaram em 13,920 bilhões boe (barris de óleo equivalente) em 2007, segundo o critério adotado pela ANP.

O Brasil ocupa hoje o 17º lugar no ranking de países com maiores reservas de petróleo, em bilhões de barris.