Page 1 of 3 123 LastLast
Results 1 to 5 of 15

Thread: Porto Alegre (RS)|Sen. Tarso Dutra|Power Center Belvedere|(Sem previsão)

  1. #1
    Epsilon's Avatar
    Senior Member

    Status
    Offline
    Join Date
    Apr 2008
    Location
    Urano
    Posts
    249
    Liked
    0 times
    Rep Power
    0

    Default Porto Alegre (RS)|Sen. Tarso Dutra|Power Center Belvedere|(Sem previsão)

    Decidi por aqui este tópico q será ainda muito falado no futuro (espero q próximo ehehe)

    Resolvi tbm por todas as informações q encontrei do assunto aqui. Alguns tem fontes, mas outros infelizmente n tem, mas garanto q se pesquisarem tbm, os q faltam fontes serão encontrados e agradeceria se complementassem esse thread, com esse belo e rico projeto de um centro de entretenimento e compras. Nem chamamos mais de shopping, por causa do seu estilo inovador de divisão por setores, onde pela diversidade de opções, mais fica mesmo um centro de lazer e compras.
    --------------------------------

    O Power Center Belvedere, como está sendo chamado o empreendimento, será composto de:

    - Poa - Shopping: cerca de 200 lojas, incluindo 3 grandes âncoras
    - Poa - Point: o grande centro de lazer do shopping, com 10 salas de cinema, 1 teatro, 2 casas noturnas, 20 restaurantes, 1 livraria mega-store, casa de shows, parque infantil indoor, games e boliche.
    - Poa - Show: centro de exposições e eventos, capaz de abrigar os mais variados eventos, como feiras de informática, automóveis, objetos para o lar, artesanato, etc
    - Poa - Casa: shopping center especializado em lojas do lar, com 83 lojas, 2 âncoras, 5 restaurantes e mais 6 mini-âncoras.
    - Poa - Motor: shopping composto de 13 revendas de automóveis, posto de combustíveis e car care center.
    - Poa - Cult: composto por escolas de ensino fundamental e médio além de cursos diversos.
    - Poa - Corpo: mega-academia, mais espaço para esportes aquáticos e mini-shopping temático.
    - Hipermercado: grande hipermercado e bricolagem, incluído mini-shopping de apoio.
    - 2 andares de estacionamento subterrâneo, com capacidade para mais de 3 mil automóveis.
    - Torre Mirante: situada entre o Poa - Casa e o Poa - Shopping, terá 130 metros de altura, com restaurante no topo. Com estrutura de sustentação fazendo parte de sua ornamentação, será novo marco visual da cidade.

    -------------------------------------------------

    PORTO ALEGRE AGUARDA INÍCIO DAS OBRAS DE SEU MAIOR SHOPPING CENTER

    A cidade de Porto Alegre está aguardando anciosamente o início da construção do que será o maior shopping center da Região Sul do Brasil: o Power Center Belvedere. Composto por diversos módulos, como descrito abaixo, o empreendimento seguirá uma linha inédita na região.

    O início das obras, divulgado inicialmente para o início de 2005, deve sofrer alguns atrasos por conta do empreendedor. A Prefeitura de Porto Alegre já procedeu a aprovação completa do Projeto.


    O Shopping estará localizado no Bairro Petrópolis, na Avenida Senador Tarso Dutra, a atual Terceira Perimetral, a mais moderna via de Porto Alegre, com mais de 12 Km de extensão, com 8 pistas de rolagem, incluído corredor exclusivo para ônibus.

    Fonte: Porto Imagem
    --------------------------------------------------------------


    Todos os detalhes de serviços, setores, cotas, terreno e localização:

    Informações gerais do empreendimento

    Localização e descrição

    O terreno destinado à implantação do Projeto Belvedere - Centro de Lazer, Compras e Serviços - está localizado na avenida Senador Tarso Dutra, n° 422 (III avenida Perimetral), com frente, também, para a avenida Professor Cristiano Fischer, no bairro Petrópolis.
    A área do terreno é de 151.414,43 m2 e está localizada no centro geográfico de Porto Alegre, em cotas de 35m na avenida Tarso Dutra e 95m na avenida Cristiano Fischer, o que possibilita belos visuais da cidade. Na prancha 1.3.1 é apresentada a localização e situação do empreendimento.

    Projeto inicial com viabilidade urbanística aprovada

    No presente capítulo são apresentadas duas versões do projeto, uma denominada de “Projeto Inicial” e outra denominada de “Projeto Final”. A razão desta dupla apresentação deve-se ao fato de que durante a elaboração dos estudos ambientais, o mesmo sofreu alterações arquitetônicas, como conseqüência do processo de discussão com a equipe multidisciplinar envolvida no processo.
    O Projeto Belvedere, na sua concepção original de Centro Comercial e Hipermercado, tem viabilidade urbanística aprovada pelo Poder Público Municipal, com área de 202.863,45m2, em 14/07/1999, com alturas, recuos, usos e princípios relativos à arquitetura definidos. A viabilidade foi renovada em 24/01/2000 com validade até 20/07/2001.
    O projeto propõe-se a criar um espaço urbano que mescle espaços de comércio e lazer com espaços abertos, com atividades lúdicas de âmbito local e regional, sendo um equipamento urbano complementar à função residencial. O complexo é composto por dois empreendimentos principais que apresentam função e projeto distintos, ou seja, ao Sul conta com um hipermercado, e ao Norte com um centro comercial, espaço para espetáculos, posto de abastecimento de combustíveis e uma torre panorâmica com mirante e restaurante.
    O projeto do centro de lazer, comércio e serviços foi desenvolvido por Debiagi Arquitetos e Urbanistas.

    a) Hipermercado

    O hipermercado, com área total de 25.600 m², localiza-se no limite Sul do terreno, com acesso direto pela avenida Senador Tarso Dutra na cota 48.O projeto apresenta dois pavimentos principais, o estacionamento e o supermercado, depósito, lojas e área de carga e descarga.

    b) Centro comercial

    Este é o único prédio do conjunto do Projeto Belvedere que apresenta projeção volumétrica, estando todo o restante do empreendimento em níveis subterrâneos. A superfície do terreno é ocupada por áreas de estacionamento e áreas verdes/praças, destacando-se uma praça longitudinal que se estende desde o prédio do hipermercado até a avenida Cristiano Fischer, composta por uma lâmina de água, jardins e áreas de estacionamento ao longo de uma via de acesso e dois globos para iluminação zenital. Os estacionamentos distribuem-se ao longo da avenida Senador Tarso Dutra e entre o prédio do hipermercado e o terreno localizado próximo a avenida Cristiano Fischer.

    O acesso principal do hipermercado e do centro comercial dá-se pela cota 48, junto à avenida Tarso Dutra. Há uma grande área de estacionamento aberto, a qual se conecta à Praça Sul e constitui-se na entrada do empreendimento. Esta praça iluminada por domo permite a integração do hipermercado e do centro comercial sob um grande espaço do qual há visuais para os diversos pavimentos do centro comercial e do hipermercado.
    Na cota 84 da Praça Norte localiza-se a praça de alimentação, aberta à paisagem externa, permite a integração visual entre o Projeto Belvedere e a cidade. Esta área do Projeto Belvedere apresenta uma forma alongada e caminhos orgânicos, onde se localizam lojas de diferentes tamanhos e formas.
    Na cota 75 está prevista a Praça Sul, onde se propõe um espaço formado por um grande globo transparente, cercado por mezaninos com acesso pela avenida Cristiano Fischer. Entre as cotas 84 e 75 estão previstos restaurantes, bares, casas de espetáculo, criando-se um pólo de lazer. A cobertura do centro comercial, na cota 93, possui acesso através da avenida Cristiano Fischer. Está prevista uma torre panorâmica com 112 metros de altura com um mirante e um restaurante.

    Os estacionamentos têm acessos principais pelas avenidas Senador Tarso Dutra e Cristiano Fischer e rua Eng. Antônio Carlos Tibiriçá. Pela avenida Cristiano Fischer, nas cotas 84 e 93, existe acesso a dois subsolos. Na cota 84, acesso ao estacionamento aberto, em cinco níveis, integrado aos estacionamentos cobertos com rampas. Nas cotas 44, 50 e 41, dois subsolos com acesso pela avenida Senador Tardo Dutra e rua Antônio Carlos Tibiriçá.


    Projeto final readequado

    a) Considerações iniciais

    O Projeto Belvedere – Centro de compras, lazer e serviços – sofreu adequações arquitetônicas a partir da aprovação da viabilidade urbanística em função das novas características mercadológicas do empreendimento e de discussões técnicas com a equipe multidisciplinar responsável pela elaboração do EIA/RIMA. As áreas totais mantiveram-se iguais ao projeto original aprovado.

    No decorrer da elaboração do EIA/RIMA foi recomendado ao empreendedor que fossem realizados desde então ajustes no projeto, de forma a aumentar as possibilidades de viabilização ambiental do mesmo. Este fato foi considerado relevante pois, a partir do diagnóstico realizado na área de inserção do empreendimento, foi detectada a presença de um corpo hídrico associado diretamente a uma nascente. Paralelamente a este fato, houve a reorganização e relocalização de funções e, consequentemente, a redefinição de uma nova forma arquitetônica, mantendo os princípios básicos do EVU aprovado. A descrição do projeto readequado é apresentada a seguir.

    b) Descrição do empreendimento

    Considerando-se a perspectiva temporal do empreendedor, em relação ao crescimento econômico da cidade de Porto Alegre e que um mercado futuro maior possibilitará a construção de um mix de equipamentos comerciais, o Projeto Belvedere prevê a construção de um centro de lazer, compras e serviços na época em que haja viabilidade comercial para tal. O tipo de empreendimento proposto (power center ) tem a capacidade de diferenciar-se dos demais shopping centers existentes no município.
    O projeto que está sendo desenvolvido foge ao conceito tradicional de shopping center. Diferentemente daqueles empreendimentos, que reúnem um mix de lojas de ramos bem definidos e relativamente restritos, o Projeto BELVEDERE pretende implantar o conceito de power center, com algumas adaptações e reformulações. No presente caso, está-se propondo não apenas a reunião de lojas âncoras, mas de empreendimentos comerciais para a venda de bens e serviços.
    O mix de equipamentos inclui um shopping tradicional e uma série de outros empreendimentos descritos nos itens a seguir. Estes empreendimentos são independentes, mas funcionam de forma conjunta no sentido de atração de público e animação.

    Poa – Shopping

    O “Poa Shopping” possui 8.532,22 m2 de ABL sem lazer e alimentação, 200 lojas, incluindo duas lojas âncora de departamentos e uma de variedades, artigos para o lar, vestuário, calçados e acessórios, diversos e serviços.

    Poa – Point

    Centro de lazer e alimentação, ligado ao Poa – Shopping, com 9.324,66 m2 de ABL mais 1.349,93 m² do Poa – Point Globo, nos quais estarão distribuídas 10 salas de cinema, casa de shows, livraria mega-store, teatro, parque infantil in-door, games, boliche, duas casas noturnas e aproximadamente 20 restaurantes.

    Poa – Show

    Centro de exposições e eventos, com 4.285,30 m2 de área, que poderá abrigar feiras de automóveis, informática, material escolar, artesanato, barcos, objetos para o lar, filhotes, Natal, entre outras, além de eventos como convenções e shows para públicos maiores do que o do Poa Point.

    Poa – Casa

    Shopping do lar, com 21.689,59 m2 de ABL, incluindo duas lojas âncora, 6 lojas semi-âncoras, 83 lojas e 5 restaurantes.

    Poa – Motor

    Comércio de veículos e afins, com car care center, posto de gasolina e 13 revendas, com 2.953,23 m2 de ABL. O posto de gasolina conta com 1.138,00 m² de ABL.

    Poa – Cult / Poa – Corpo

    Empreendimentos dedicados ao Ensino (Poa – Cult), incluindo escola de ensino fundamental e médio e cursos diversos e aos esportes (Poa – Corpo), incluindo academia, esportes aquáticos, canchas e mini-shopping com 14.569,54 m2.

    Hipermercado & Bricolagem

    Possui ABL de 11.864,53 m2 dividida entre o hipermercado (6.001,96 m2), bricolagem (4.762,96 m2) e lojas (1.099,61 m2). Está prevista a construção de 14 lojas distribuídas nos seguintes segmentos: alimentação (cinco), farmácia (uma), revisteria (uma) e serviços (sete).

    O corpo central do empreendimento é distribuído em quatro setores principais, dispostos em torno a um cruzamento de duas vias internas, cobertas por estrutura inclinada em vidro, que se encontram sob um domo envidraçado

    O empreendimento é distribuído em quatro setores principais, dispostos de forma ascendente ao longo da avenida Sen. Tarso Dutra.

    O Poa Motor e o Posto de Combustível localizam-se nas cotas mais baixas do terreno, entre os níveis 40 e 35, junto da esquina da avenida Senador Tarso Dutra com a rua Antônio Carlos Tibiriçá. Trata-se na realidade de três blocos distintos, o prédio das revendas (Poa Motor), o posto de combustíveis e uma previsão de uma loja do Mc Donald’s ou similar. O Posto de Combustíveis possui acesso direto pela avenida Sen. Tarso Dutra. O Poa Motor terá acesso pela via projetada em continuação da rua Odila Gay da Fonseca. A localização do Poa Motor preserva aos fundos uma vertente e um curso d’água.
    A continuação da rua Odila Gay da Fonseca é a principal via interna de comunicação entre o Poa Motor e o Posto de Combustíveis com o restante do empreendimento. Através dela circula-se de forma independente da avenida Sen. Tarso Dutra, cruzando o curso d’água citado, atingindo-se, através de uma rótula, a entrada do estacionamento do Poa Shopping e subindo à direita o complexo Poa Cult/Corpo.

    O Poa Cult/Corpo localiza-se aos fundos dos blocos residenciais da rua Antônio Carlos Tibiriçá entre as cotas 50 e 65, acima da citada vertente. Organizam-se em dois blocos: a escola situa-se nas cotas superiores, com entrada a leste (cota 65), desenvolvendo-se em três pavimentos (salas de aula, administração, cinemas). Com entrada pela cota 57, do lado norte, ocupando o mesmo bloco do Poa Cult, localiza-se a Academia (Poa Corpo), distribuída em dois pavimentos, os quais dão acesso ao volume da piscina (cota 54,5) e das canchas cobertas (cota 52,2).

    Os volumes do Poa Shopping, Poa Casa, Poa Show e Poa Point formam o terceiro setor, sendo o conjunto principal e central do empreendimento. Dispostos em três blocos principais, em patamares ascendentes, com as fachadas envidraçadas voltadas para oeste e com coberturas ajardinadas, organizam-se em torno a um cruzamento de duas vias internas, cobertas por estrutura inclinada em vidro, que se encontram sob o duomo envidraçado do Poa Globo.

    O primeiro “patamar” é ocupado pelo Poa Shopping. Com acesso para pedestres pela via interna, sob o Globo, na cota 57, organiza-se dois pavimentos de lojas e três andares de garagens situadas abaixo da área comercial. Em forma semicircular, situa as lojas no centro do volume e nas laterais, de forma a preservar desimpedida uma ampla fachada envidraçada voltada para oeste.

    Do segundo piso do Poa Shopping, cruzando a via interna de acesso e distribuição, o pedestre tem acesso ao segundo patamar, ocupado pelo Poa Casa e pelo Poa Point. O Poa Casa é o maior componente do complexo, com 75.327,29 m2 de área construída. Possui dois pavimentos neste segundo patamar e mais dois pavimentos no terceiro patamar. Em seu segundo pavimento (cota 63) está situada a entrada principal de pedestres do empreendimento. O Poa Point funciona como área de lazer e entretenimento, bem como de praça de alimentação de todo o complexo. Ambos empreendimentos situam-se na cota 57 e 63, possuindo dois andares de estacionamento subterrâneo com acesso pela avenida Sen. Tarso Dutra (cota 54).
    O terceiro patamar é acessado internamente pelo Poa Casa ou diretamente pela via interna, por carro, através de entrada situada na cota 74, a leste. É ocupado pelos dois pavimentos do Poa Casa e do Poa Show. Este último, por possuir pé–direito mais alto, possui cobertura na cota 81.
    Na cota 67, entre o Poa Casa e o Hipermercado, está situada a Torre Mirante, que atinge 130 m de altura. Com um restaurante no topo e estrutura de sustentação aparente, será um novo marco visual da cidade.
    O Hipermercado perfaz o quarto setor do empreendimento, localizando-se na cota 90, com um andar de estacionamento em cota inferior. O acesso se dá de forma independente, através de três vias principais: pela via interna que sobe dos demais setores, paralela à avenida Sen. Tarso Dutra; diretamente pela rua Prof. Cristiano Fischer e por um viaduto que cruza a avenida Sen. Tarso Dutra no sentido norte–sul.

    c) Operações de alimentação

    Segundo o projeto de arquitetura, a grande praça de alimentação do complexo estará localizada no Poa Point, porém, serão também instaladas outras praças menores nas demais unidades do complexo.
    Conforme estudo realizado pela SMP Engenharia S/C LTDA, as fontes de energia utilizadas serão a eletricidade e gás liquefeito de petróleo (GLP). Para consumo, higienização e limpeza será utilizada água potável e poço artesiano e para coleta de resíduos líquidos um sistema de esgotos sanitários padrão.
    ---------------------------------------------------

    "A Condor vai construir o Shopping (Power Center Belvedere) sim, de qualquer jeito. O nosso cronograma é o seguinte: a SMAM (Secretaria Municipal do Meio Ambiente) deve liberar a construção lá pelo final de 2006. Aí passamos a fazer as modificações e adequações no projeto. Isso deve durar uns 6 meses. Então a partir do início do segundo semestre de 2007, estaremos iniciando a construção." (André Meyer - Diretor-Presidente da Condor Empreendimentos Imobiliários S.A.)

    Fonte: Porto Imagem

    -------------------------------------------------

    A empresa irmã da Máquinas Condor, a Condor Empreendimentos Imobiliários comprou uma área de 15 hectares em 1981 da Schilling Kuss & Cia Ltda. Hoje o terreno está localizado na 3º Perimetral entre a Protásio Alves e o Jardim Botânico e será finalmente ocupado, após anos de espera e especulação. Até 2007 começa a ser erguido o maior centro de compras, lazer e serviços de Porto Alegre. O projeto inclui lojas, academia, teatro, exposição de barcos e um mirante para a visão da cidade.
    A construção do shopping Belvedere, como é chamado, deveria ter começado no inicio de 2005, mas o projeto atrasou. “O primeiro pedido para a aprovação da prefeitura foi emitido em 1999, mas só agora estamos próximos de conseguir a licença”, afirma o diretor imobiliário da Condor, Mathias Kisslinger Rodrigues.
    Entre as exigências da Prefeitura de Porto Alegre está a comprovação de que o terreno de 150 mil m2 utilizado não terá grande impacto ambiental. Para isso a Secretaria Municipal do Meio Ambiente exigiu da empreendedora diversos estudos.
    Segundo supervisor do Meio Ambiente da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) Walter Koch, para liberar o projeto falta apenas a aprovação do Departamento Nacional de Produção Mineral, do Ministério de Minas e Energia, que pediu um estudo complementar sobre o impacto hidrogeológico da área. Este atestado comprova que o shopping não trará danos para os lençóis freáticos.
    A empresa Condor entregou o documento e aguarda a resposta da Smam. “O resultado deve sair no primeiro semestre deste ano, seguido da permissão para começar as obras”, acredita Rodrigues. O próximo passo será a mobilização dos lojistas já envolvidos com o projeto para a conclusão da primeira etapa. “O shopping foi planejado para ser construído em partes. Se o mercado aceitar bem a idéia, partiremos para a segunda etapa”.

    O Projeto Belvedere apresentado pela Condor Empreendimentos Imobiliários tem um orçamento de aproximadamente R$150 milhões. Um shopping center composto por lojas, cinemas, teatro, restaurantes, danceteria e academia. Além disso, espaços exclusivos para lojas de móveis e decoração, venda e exposição de carros, motos e barcos.
    A idéia audaciosa é construir 202 mil m2 numa área de declive acentuado, com arquitetura singular. Com acesso às principais vias de Porto Alegre, o projeto apresenta estacionamento com 5.110 vagas para veículos.
    O Belvedere terá, ainda, o conceito de ruas cobertas, em que pedestres e veículos circulam dentro da área do shopping. “Nestas ruas, bares e restaurantes terão suas mesas nas calçadas, reproduzindo a convivência urbana tradicional”, acrescenta Rodrigues.
    O projeto do complexo de compras Belvedere é dividido por áreas:
    - Hiper Mercado
    - Poa Shopping Center
    - Poa Show
    Espaços para exposições, congressos, feiras e eventos
    - Poa Point
    Cinema, teatro, restaurantes e praça de alimentação
    - Poa Casa
    Shopping de móveis e decoração
    - Poa Globo
    Restaurantes e danceteria
    - Poa Motor Center
    Comércio e exposição de automóveis, motos, barcos, posto de combustíveis e lojas de conveniências
    - Poa Cult e Poa Corpo
    Escola integrada a complexo esportivo e academia
    - Belvedere
    Mirante para visão da cidade e região

    Fonte: Jornal Já - Jornalista Carla Ruas


    Fotos:



    No caso,é o projeto antigo em q vcs perceberãos algumas mudanças após a aprovação da prefeitura, SMIC e SMAM.




    Nestes casos, o projeto atual com todos os recuos e normas eceitas.





    ------------------------------------------------

    Acho uma tristeza este incrível empreendimento n sair até agora. Acredito q o motivodele n ter sido erguido ainda,seja pq POA n estariapreparada pra tal centro de lojas e lazer, pq a ecomomia anda ruim e por n ter uma população maior, além talvez da densidade, apesar q acho suficiente os 2.859,5 hab./km², mas talvez a Condor n entenda assim.
    Indo pela lógica, ela está perdendo a chance de marcar mais ainda esta cidade com tal investimento, pq agora vai ser inaugurado o maior shopping de POA, o Barra em setembro, onde o Power Center poderia estar muito bem pronto ou ao menos com uma procentagem alta da estrutura, apesar q a Condor dizer ter interesse em fazer por etapas o projeto, pra ver o sucesso.
    POA está crescendo e a Condor está errando. Tudo bem, talvez o porte da cidade ainda n seja o esperado pela empresa até o momento, mas se ela fizer pesquisas do crescimento imobiliário e de consumo de POA, ela mudaria de idéia rápido.

    A localização é simplesmente perfeita para o shopping, onde n é longe nem perto de nenhum q me lembre e uma área perfeita pra região, apesar do chão da área oscilar um pouco.

    Se pecebe sim pela grandeza do projeto, q n é o exato pro momento da quantidade de habitantes de POA (um exemplo claro é a quantidade de salas de cinemas, 10) mas como falei, seria um investimento, até pq o público gaúcho da muita importância para cinema, como Curitiba q tbm tem um nível cultural ótimo.
    Acho q a Condor me impressiona por dois fatores: 1º É ter tanta ousadia em criar um projeto grandioso e com o estilo de um Power Center ou seja, por setores. Ale´m de fazer um estilo arquitetônico moderníssimo, com tantos vidros, onde POA carece de tanta revolução arquitetônica moderna, onde parece até algo além do contemporâneo. Onde com tudo isso, consegue investir apenas 150 milhões em um projeto dese porte, tudo pq soube propor uma quantidade enorme de vidros, onde simplsemnte dispensa tanta mão de obra e gastos com estruturas q poderiam acarretar em algo muuuuito mais caro. Se perceberm, o investimento foi simsplesmente a metade do q a Multiplan usou no Barra, onde com certeza é menor q o Belvedere.
    2º Me impressiona tbm a falta de ousadia em finalmente começar as obras, onde foi um inferno passar pela SMAM, onde exige quinhentas mil plantações de mudas etc.
    Depois de tudo isso, ela simplesmente n aposta em POA, o q acho total humilhação, pois como falei 2 vezes, é saber PLANEJAR, pois COM CERTEZA seria um investimento sábio na hora certa, no lugar certo e sabendo q o seu projeto pode acarretar aglo estrondoso em vendas, justamente por POA carecer de um empreendimento com tal ousadia, mesmo tento 1420.000 habitantes eecomomia fraca, mas temos q olhar pro futuro e confiar no projeto q está a ponto de bala!
    Então vejo q a Condor me impressiona no sdois aspectos q envolvem ousadia, mas q uma é oposta da outra. Como pode um projeto ser tão ousado e n terem um mínimo de ousadia em erguer?? Ou vou querer acreditar então q ainda faltam retoques finais no projeto como mencionaram até o fim de 2007?...

    Mesmo com tudo isso, como o BSS vai ser inaugurado esse ano e com o shopping ZS, expansão dos dois maiores shoppings atuais, creio q será o suficiente pra Condor querer erguer logo, pois os rivais estão crescendo e outros empreendedores estão vindo... Cabe à ela agora se levantar da cama.
    Last edited by Epsilon; 6th May 2008 at 07:59.

  2.   
     
  3. #2
    Senior Member

    Status
    Offline
    Join Date
    Aug 2007
    Posts
    107
    Liked
    0 times
    Rep Power
    0

    Default

    Maravilhoso, já tinha visto este projeto.

  4. #3
    paolapoa's Avatar
    Golden Member

    Status
    Offline
    Join Date
    Mar 2008
    Location
    Porto Alegre, Brasil
    Posts
    11,606
    Liked
    27 times
    Rep Power
    18

    Default

    Muito bom o Thread, muito completo sobre o shopping... Eu cheguei a pensar em fazer, mas desanimei... Que bom que vc fez...

    O projeto desse shopping é nada menos do que maravilhoso... Excelente... Lamento que estejam nesse chove não molha a tanto tempo... Pelo que vc encontrou, parece que a ultima notícia foi em 2007... Já estamos em 2008 e nada... Tenho certeza que o shopping vai sair um dia, porém creio que infelizmente vai demorar muito ainda... Acho que agora com esse boom de shoppings a Condor terá duas opções - erguer logo para disputar o mercado ou dar uns 2 anos (pelo menos) para o mercado se acomodar e aí eles venham como a grande novidade...

    Pela covardia em por o projeto de pé, parece que eles vão optar por esperar mesmo...

    Outro comentário que acho que merece ser feito é sobre a Debiagi arquitetos... Esse escritório está no mínimo 1000 anos a frente do tempo da cidade... Vale lembrar que o projeto do Pontal do Estaleiro é deles e atualmente estão concorrendo para o cais (estou anciosa para ver o projeto, mas não espero nada menos do que maravilhoso)... O paraíso para eles seria Dubai, não Porto Alegre... Lamentável que eles façam projetos tão maravilhosos que não são postos em prática... A cidade ficaria com outra cara...

  5. #4
    Epsilon's Avatar
    Senior Member

    Status
    Offline
    Join Date
    Apr 2008
    Location
    Urano
    Posts
    249
    Liked
    0 times
    Rep Power
    0

    Default

    Muito obrigado Paola, fiz questão em fazer (apesar de antigo o projeto) pq é o projeto q mais admiro em POA até hj. Uma pena vc n ter criado tbm, pq este projeto realmente levanta os olhos de qualquer um q passa e observa.

    Exatamente, por ter este boom atual em empreendimentos em geral, é q a Condor deveria pensar...Vou ser sincero, mesmo q talvez eu esteja sendo bem exagerado, eu quis mostrar tudo isso do projeto e comentar com a intenção, nem q seja vaga, de alguém da Condor achar essas informações na internet e repensar sobre o caso. N estamos falando nenhum absurdo e acho bem ao contrário, pq é lógico q no momento atual, seria extremamente lucrável apostar no shopping. Pra falar a verdade, o melhor momento passou pra Condor, mas cada dia q passa ela perde mais ainda, pq como sabemos, o BSS ta ai pra ser inaugurado e o boom atual só tende a crescer.

    Bem lembrado sobe o escritório da Debiagi. Mais um projeto estagnado por falta de crença nos seus projetos. Acho total perda de dinheiro e conseuqentemente, burrice n lançar tbm. No caso do Belvedere ainda existem hipóteses como mencionei acima, mas no caso do escritório, fica mais ridículo ainda n erguer. Eles ficam com medo dopúblico negaralgo inovador, mas isso é falta de apostar mais.

  6. #5
    Perdigueiro's Avatar
    Junior Member

    Status
    Offline
    Join Date
    Apr 2008
    Location
    Porto Alegre
    Posts
    23
    Liked
    0 times
    Rep Power
    0

    Default

    Não seja pessimista, o Barrashopping Sul, ou antigo Shopping Cristal, ficou adormecido por mais de 10 anos, e qdo ninguém acreditava mais o shopping começou a ser construído. O Belvedere sairá do papel mais dia, menos dia. Os empreendedores devem estar aguardando o melhor momento pro lançamento. Acontece que há uma explosão de shoppings na cidade, Barra Shopping Sul, Floresta, Bourboun Francisco Trein, Cassol, Shopping Zona Sul e agora o Alto Norte no Lindóia. Mais as ampliações do Praia de Belas e Iguatemi. São mil espaços de lojas sendo colocados a disposição do comércio. Talvez Porto Alegre não consiga absorver tanta oferta e seja necessário uma certa prudência se tratando de um investimento tão alto quanto o desse shopping.

Page 1 of 3 123 LastLast

Bookmarks

Posting Permissions

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts
  •  
SkyScraperLife.Com © 2006-2013

World Building Database

Download: Fast, Fun, Awesome - Web Stats